Páginas

sábado, 11 de setembro de 2010

Sem inspiração ,

E os pensamentos esgotaram-se,
A mão parou de escrever,
As palavras sumiram.


E por que?
Simplesmente porque não existe mais o sentimento que impulsionava a escrever.

Não penso em parar,
Porque sei que é algo temporário.
Logo novas palavras se formarão e o vaso estará novamente cheio.

Poderia arriscar dizer que amar me levou a lugares inimagináveis, palavras inesperadas e textos que me surpreenderam.
Pude superar a distância, a saudade, a dor e a tristeza. Fui maior que as críticas, fui mais forte e ainda mais sonhador.

E quando acabou, levou junto a tal da inspiração.
Mas não culpo este sentimento, foi apenas consequência.
Resultado de um ser que estava completamente imerso no mundo dos sentimentos,
... resultado ... um mero resultado.

E agora?
Sigo sonhando, pensando, vivendo e aprendendo...
Não irei mais escrever só quando existir o amor, mas sim quando todo e qualquer pensamento nortear minha mente e surgir na ponta dos meus dedos.

Fim . não, apenas o Início.

7 comentários:

Deus,centro da minha vida disse...

Aah! Suas palavras SÃO LINDAS,e a cada dia que se passa amo mais ainda.O amor realmente nos leva a sonhar,eu já pude sentir o mesmo,e como agora só me restam lembranças,posso dizer que "perdir" todo ou quase todo "encantamento.

Maurício Maia disse...

Obrigado,
mas nunca desista de perseguir esse encantamento ! Um dia terá a pessoa certa, e os momentos certos !
Beijo !

Carolina* disse...

Retribuindo a visita! Eu também gosto muito daqui! E realmente, as palavras as vezes somem de nós, de um tempo, elas voltam!

Maurício Maia disse...

certamente, elas voltarão.
Tenho certeza.

lipee disse...

as vezes eu mim sinto assim , mas quando eu pego um papel e um lápis 2b e um 6b ,eu mim espiro e começo a desenhar coisas maneiras.

Poema Inacabado disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Poema Inacabado disse...

cara to com aquele sorriso na face que expressa aquele sentimento de igualdade...faço suas as minhas palavras, ja ate escrevi sobre isso e entendo sua dor e o seu conforto nas palavras ditas...assim fazendo- se esquecer a tal "dor"...muito bom ,belas palavras..