Páginas

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Blog de cara nova!

Olá caro leitor...
Devido a mudanças em minha vida, meu blog está de cara nova! Com novos tons e novas cores!
Espero que tenha ficado legal!
Usei os tons de preto, vermelho e azul..
Ficou bem interessante!

Outra mudança foi o novo banner no início do blog. Foi uma produção minha e espero q tenha ficado bom...

Agora, ao final de cada postagem colocarei uma frase de Augusto Cury, a pessoa que eu tanto admiro...Ele é médico, psiquiatra, psicoterapeuta e escritor. Sua história de vida é fascinante, como eu pude ver com detalhes no livro Nunca desista de seus sonhos, dele mesmo.

E para começar... colocarei uma bem bonita:

"Sábio é o ser humano que tem coragem de ir diante do espelho da sua alma para reconhecer seus erros e fracassos e utilizá-los para plantar as mais belas sementes no terreno de sua inteligência." Augusto Cury

3 comentários:

BÁRBARA -BLOG OFICIAL disse...

Ei você tava nadano no seco foi
que tava cheio de areia?
brincadeira
Beijos...

BÁRBARA -BLOG OFICIAL disse...

Amore Gilton
me disse que a Q47
da prova do CEFET foi anulada, mas
não sabe porque.
Beijos

BÁRBARA -BLOG OFICIAL disse...

Desculpe-me por ontem..
Estava esperando outra coisa
que não veio, espero que entenda.
RSRSRSRS
Beijos
***********************************

É só me recompor
Mas eu não sei quem sou
Me falta um pedaço teu
Preciso me achar
Mas em qualquer lugar estou
Rodando sem direção eu vou

Morcego sem radar
Voando a procurar
Quem sabe um indício teu
Queimando toda fé
Seja o que Deus quiser, eu sei
Que amargo é o mundo sem você

Você me entorpeceu
E desapareceu
Vou ficando sem ar
O mundo me esqueceu
Meu sol escureceu
Vou ficando sem ar
Esperando você

É só me recompor
Mas eu não sei quem sou
Me falta um pedaço teu
Queimando toda a fé
Seja o que Deus quiser, eu sei
Que amargo é o mundo sem você.



Escrevendo minha própria lei
Desesperadamente eu sei
Tentando aliviar
Tentando não chorar
Por mais que eu tente esquecer
Memórias vem me enlouquecer
Minha sentença é você